sexta-feira, 16 de abril de 2010

Desempenho do Jeep Willys em números

Jeep CJ3B 1954:
Motor 4 cilindros Hurricane
Potência de 73,97 HP a 4.000 rpm
Torque de 15,8 kgmf a 2.000 rpm
Velocidade máxima média: 90 km/h
Consumo de gasolina em trecho urbano: 5,5 km/l
Consumo de gasolina em QT (off-road) 3,5 km/l
(Fonte: revista 4X4&Cia outubro de 2009)

Jeep CJ-5 Willys
Motor BF-161 6 cilindros a gasolina
O desempenho do Jeep, na década de 60 do século XX, era considerado bastante satisfatório face às características a que se destinava.
A velocidade máxima do modelo, equipado com 3 marchas e motor Willys era de 118 km/h. Claro que se tratava de velocidade momentânea, atingida em melhor passagem, trecho plano e por pouco tempo, haja visto a falta de segurança de dirigir um Jeep original nessa faixa de velocidade e a sobrecarga no motor e transmissão em mantê-la por longos períodos.
Vel. máxima nas marchas:
1ª - 45 km/h
2ª - 80 km/h
3ª - 118 km/h
A faixa de utilização necessária para atingir-se a velocidade máxima obtida foi 20km/h em 1ª marcha, de 20 a 40 km/h em segunda marcha passando a utilizar a terceira de 40 km/h em diante. O erro do velocímetro era de 6,4 % em média. Quem já andou de Jeep sabe que o velocímetro costuma trepidar muito abaixo de 40/50 km/h, e o erro de leitura costuma ser maior. Porém, na faixa de rodagem de maior emprego (60 até 80 km/h) o erro se mantém abaixo de 5,5 %.
Aceleração:
A caixa de marchas do Jeep tem as mesmas relações do Aero Willys, veículo de passeio, mas a redução do diferencial é maior (mais curta). Chegou-se a fazer uma medição de km de arrancada, onde, partindo da imobilidade, o Jeep atingiu os 1.000 m em 42,2 segundos. Para percorrer 250 m levou 16,2 segundos, atingindo 90 km/h.
0 a 100 km/h: 27,5 segundos.
Retomada de 40 a 100 km/h: 22 segundos.
Marcas consideradas boas para a proposta do veículo.
Frenagem:
Vindo a 60 km/h o Jeep precisou de 19,2 m para parar totalmente.
A 100 km/h precisou de longos 75 m. Por incível que pareça, na época, a capacidade de frenagem do Jeep foi considerada ótima!
Consumo:
As marcas médias atingiram cerca de 3 km /l de gasolina. No tráfego urbano, a melhor marca foi de 3,6 km/l. Na estrada, podia atingir 5,5 km/l em velocidade de cruzeiro. O melhor resultado foi de 6,2 km/l.
Lembrando que quando a tração e a reduzida estão acionadas, o consumo aumenta muito: em 1ª marcha 60% (de 3,3 para 1,3 km/l), em 2ª marcha 57% (5,5 para 2,35 km/l) e em 3ª marcha 48%.
Fonte: Revista Quatro Rodas janeiro de 1964
Jeep original de fábrica com relação 5,38 :1 (43/8). Os Jeep com relação original 4,89:1(44/9) por terem relação mais longa no diferencial podem atingir marcas ligeiramente melhores.


5 comentários:

  1. Buenas... otimo blog. fiquei conhecendo-o na ultima edição da 4x4.
    gostaria de aproveitar essa ferramenta de conhecimento e pedir uma dica.
    onde consigo uma copia digital ou impressa desse manual postado, e se alguem tem o esquema eletrico do CJ-5. abraço e parabens pelo blog e pelas materias.

    ResponderExcluir
  2. Olá amigo, obrigado pela visita e pelo elogio.
    Os manuais do Jeep Willys e Ford podem ser baixados da internet no site rolo4x4.com.br ou no fórum 4x4brasil.com.br na seção downloads. Mas neles não constam dados de desempenho e consumo. Estes foram retirados das revistas que possuo em meu acervo. Mande um e-mail para paesesigns@hotmail.com e lhe envio o esquema elétrico.
    Abraço,
    Alisson Paese

    ResponderExcluir
  3. Alisson, mto bom teu blog, cara, parabéns !

    Eu tenho um 51 ...
    vc teria esses os dados para o CJ3A ???

    Abraço,
    Rogerio Puglia
    rspuglia@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  4. Meu nome é Márcio, me encontro na Australia juntamente com minha esposa. Ontem a noite sonhei com minha Rural, e hoje, resolvi pesquisar algumas imagens na net. Me chamou a atenção a foto de uma Rural vermelha e branca (saia e blusa como eram chamadas essas pinturas antigamente). Cliquei na foto e assim vim parar neste blog. Para minha surpresa, a rural que me chamou a atenção foi a minha Rural, a de suspensão independente serie Luxo acima postada. Fiquei tão surpreso quanto feliz em ver as fotos em um blog de alto nível juntamente com outros apaixonados antigomobilistas.
    Quero frizar que no momento alguns itens foram melhorados nesta Rulal, pode-se dizer que ela está perfeita, tanto é que logo após o encontro de Teutonia, ela recebeu as placas pretas. Forte Abraço!

    ResponderExcluir
  5. Caramba, mesmo se pisar pouco ele bebe isso tudo?? Se for assim, já era o meu sonho de ter um...

    ResponderExcluir

 
Site Meter