sexta-feira, 30 de julho de 2010

Rural 64 4x4 com nota fiscal

Rural 4x4 1964 std Bege Marfim
Esta Rural, segundo meu amigo Zonta, era de um padeiro da cidade de Putinga-RS, que a utilizava na venda e entrega de pães na quela cidade. Detalhe interessante é a nota fiscal de compra original que está à mostra no parabrisa.
Nesse ano as rodas ainda eram pintadas na cor da carroceria. Nos catálogos de peças Willys a grade frontal para esse modelo e ano seria a quadriculada, ficando a horizontal para os modelos Luxo 4x2.

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Rurais em Santa Tereza

Quem já assitiu o filme nacional "Saneamento Básico", com Fernanda Torres, Lázaro Ramos, já viu certamente o cenário onde encontra-se esta Rural Willys Luxo 1965. A pequena Santa Tereza, RS, foi palco de várias cenas do filme. Bom, voltando à Rural, fotografei este modelo muito bonito, restaurado e com detalhes que chamam a atenção. Notem a placa de época (padrão do final da década de 1960).

Trata-se de um modelo Luxo 4x2 mola helicoidal e suspensão independente na dianteira. Grade correta, frisos e cromados idem, com exceção das rodas que deveriam estar pintadas da mesma cor da "blusa", nesse caso, Azul, e as calotas, originais do modelo 67. Cada um faz o que bem entender com seu veículo, no entanto tenho que apontar alguns detalhes incorretos apenas no intuito de ajudar quem busca a maior originalidade possível ou alguma informação específica. Sim pois, quem teria coragem de criticar um belo modelo nesse estado impecável de conservação não é mesmo?
Notem acima este acessório original, que valorizou ainda mais esse modelo.

Interior impecável, embora o estofamento não seja o original.

Em breve, mais Rurais em Santa Tereza...

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Relíquias na Expobento 2010

Paralelo ao evento com as viaturas militares antigas, ocorreu também na Expobento 2010, em Bento Gonçalves,RS, a 2º edição do Encontro de Autos Antigos. Lá pude clicar, meio às pressas é verdade, dois belos exemplares de veículos utilitários 4x4 antigos, um Jeep CJ-5 e um DKW Candango.

Impecável Willys CJ-5. Os amortecedores do capô não são originais, são um acessório moderno usado para facilitar a abertura, o popular "capô leve".

Bom, desculpem mas não consegui precisar o ano de fabricação, mas pelas características posso arriscar que fica entre 62 e 65, embora alguns itens indicam seja mais recente, outros como rodas pintadas, placa do motor e o dínamo confirmam meu palpite. Notem o santoantônio sob a capota, outro item não original mas bem-vindo em termos de segurança.


O que mais me chamou a atenção, além da pintura impecável, foi a originalidade e limpeza do compartimento do motor. Notem a bateria de "época"com o logo Willys, e o suporte superior que a segura presa, também originais.


O "jipinho fumacento", coisa rara de se ver um desses e nesse estado de conservação. Desculpem, também não lembro o ano deste DKW Candango, acredito ser de 1962.

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Selo INMETRO para Jeep Willys

Atenção, a partir deste mês, quem for comprar um Jeep deve ficar atento a mais um detalhe, além daqueles já habituais ao se adquirir um veículo. Verifique junto ao mesmo a existência do novo selo do Inmetro que informa a eficiência energética de determinado modelo. O selo é obrigatório e deve ser fixado junto ao parabrisa e segue o padrão abaixo. O não uso do mesmo acarreta multa de R$180,00, 5 pontos na carteira, além de ter que explicar porque anda com um troço velho e gastão como esse. Indagado sobre mais essa obrigação imposta aos proprietários de veículos, o Governo Federal através do seu Departamento de Trânsito argumentou que o dinheiro será revertido para melhoria e conservação das estradas, pagamento de propina a deputados e movimentar as impressoras da Gráfica Nacional nos intervalos das impressões de moeda nacional (popularmente conhecida como grana, dim dim, bufunfa, ou dinheiro).

Comente aqui se vc concorda com a adoção deste selo e se a classificação está coerente com o modelo de veículo.


quinta-feira, 8 de julho de 2010

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Encontro Expobento 2010 parte 2

Enfim, as viaturas chegam ao final da tarde de sexta- dia 11, aos pavilhões da Fundaparque, tendo a frente a viatura que levava o Sr. Francisco Pértile, bentogonçalvense pracinha veterano da FEB na campanha da Itália , e começam a ser estacionadas para a exposição, aberta ao público oficialmente no sábado pela manhã.
Durante dois dias quem compareceu pôde deparar-se com viaturas que fizeram história, da época da 2º Guerra Mundial (Blindados Stuart e Sherman, jipes MB e GPW, Dodges) ,Guerra da Coréia (M38) e Vietnã (M151A1 e Gama Goat) , viaturas do final da década de 50, anos 60 e 70 da década passada.
Perfilados em ordem  cronológica por modelos, despertavam a curiosidade das pessoas, que indagavam os militares e colecionadores, muitos destes, inclusive, vestidos a caráter com fardas de época, e que explicavam aos interessados as peculiaridades de cada modelo. Também se fez presente veteranos do Batalhão Suez, contingente brasileiro de tropa de paz da ONU no Canal de Suez nos anos 60, que montaram um "posto de controle - PC" semelhante ao que estabeleciam na época.
Entre caminhões, jipes, camionetas, os blindados americanos da época da guerra e o blindado atual , o brasileiro Cascavel talvez despertaram a maior curiosidade das pessoas, com filas para pousarem ao lado para fotos ou até mesmo subirem nos mesmos, para alegria de crianças de todas as idades. Até mesmo eu, juntamente com outros expositores,  vestido com farda de época e uma réplica da metralhadora Thompson me emocionei posando para fotos junto aos carros de combate. Por várias vezes os motores eram acionados, para delírio do pessoal em volta, a despeito da fumaçeira que desprendiam. O evento terminou lá pelas 18:00 h do Domingo, justamente quando o público comparecia em maior quantidade, e as viaturas começaram a deixar os pavilhões. Todos nós, preservacionistas da memória da motomecanização militar brasileira deixamos o evento com gostinho de quero mais.
Bom, agora chega de conversa e vamos às fotos!

Carro de Combate Leve Stuart

Cascavel 6X6 do EB

Carro de combate Sherman

Metralhadora Thompson e Tank Sherman

Batalhão Suez/POA

MB 1111 4X4

REO 6X6 ex- Marinha do Brasil

Gama Goat anfíbio, da era Vietnã

Ford f600 6x6
Crédito das fotos: Alisson Paese e o companheiro do grupo CVMARJ ,Vitor .

 
Site Meter