terça-feira, 7 de dezembro de 2010

CJ-5 1960 jóia lapidada

Não poderia ser diferente, num local destinado quase que exclusivamente ao comércio de jóias e semijóias, o Centro de Compras Guaporé , que leva o nome da cidade gaúcha onde se localiza, sediou um belo encontro de veículos antigos, onde estavam presentes verdadeiras "jóias" sobre rodas. Uma delas era esse CJ-5 1960, propriedade do restaurador de veículos Adilson, que me atendeu prontamente e permitiu que mostrássemos sua viatura aqui neste blog. Segundo seu irmão, esse jipe até bem pouco tempo atrás era usado para trilhas, mas agora certamente terá outra finalidade.... Nota-se que na restauração o proprietário procurou manter a originalidade.
Nesse ano-modelo, o CJ-5 já possuía 95% de nacionalização e a carroceria já era, desde 1959 totalmente nacional, diferenciando-se em vários detalhes da americana, como o alçapão de ventilação, a perda dos vincos laterais nos paralamas traseiros e no bocal do tanque, na parede corta-fogo, entre outras.
Nesse mesmo ano, a Rural Willys ia ainda mais longe, com 97% de nacionalização. A indústria automobilística brasileira começava a engrenar.


12 comentários:

  1. Lindíssimo! Alias sou suspeita p/ falar, pois estou restaurando um exatamente igual, inclusive do mesmo ano, so que tem tudo do 59. Estava a procura dessa cor, pois originalmente o meu Jeep era assim. Que azul seria esse, exatamente?

    Abrçs!!

    Franciele

    ResponderExcluir
  2. Se você observar, há uma pequena diferença entre as tonalidades dos jipes 60 e 62 postados, sendo que o 62 é um azul um pouco mais escuro, igual do meu jeep, que também é do mesmo ano, 62. Eu fiz uns retoques na pintura com "azul pavão". Se não é exatamente igual, é bem parecido.

    ResponderExcluir
  3. Boa noite, meu nome é Paulo, moro em Ilhabela Litoral Norte de São Paulo e sou propieterio de um Jeep Ford 1974 e estou com dificuldades de encontrar quem me ajude pois so acho pessoas que querem botar motor de opala.... mas o que pretendo é restaurar gostaria de saber se tem alguma indicação de oficina aqui em são Paulo.

    obrigado Paulo

    ResponderExcluir
  4. Olá PAULO,
    Embora o motor Opala 4 cil seja uma das melhores adaptações para o Jeep, aprecio muito a originalidade também. Não tenho como lhe indicar uma Oficina com segurança pois resido no RS, mas aí em SP conheço o Angelo Meliani, experiente em restaurar viaturas militares e entende muito de Jeep.
    Abraço,
    Alisson

    ResponderExcluir
  5. Boa noite Alisson possuo um jeep willys 59\60 e estava querendo reforma- lo mas tenho algumas duvidas o estepe vinha na lateral ou na tampa traseira? Qual era o tipo de azul? era o pavão? e essas inscrições tipo tração nas 4 rodas na tampa traseira era de fabrica? Grande abraço, Luiz Claudio Toledo (nova friburgo rj)

    ResponderExcluir
  6. Olá Luiz,
    Todos os Jeep civis possuíam estepe na lateral direita traseira, exceto os CJ6 101 4 portas.
    O azul existia vários tons, como o Turquesa, Regata, Aquário, todos bem parecidos com os do Jeep da foto,mas não sei precisar bem qual o nome do tom que aparece. Quanto ás inscrições na tampa traseira eram originais sim até 1967, porém este Jeep da foto tem o estilo de letra não original. Se precisar eu reproduzi essas inscrições em forma de máscara ou adesivo, fiel ao original.
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. boa noite. Estou restaurando um cj5 66, sei que ja faz tempo que vc postou, mas... vc ainda tem a máscara do adesivo traseiro?? grato
      pauloflorencio2008@hotmail.com

      Excluir
    3. boa noite. Estou restaurando um cj5 66, sei que ja faz tempo que vc postou, mas... vc ainda tem a máscara do adesivo traseiro?? grato
      pauloflorencio2008@hotmail.com

      Excluir
  7. Obrigado Alisson! Você conhece alguma oficina aqui no Rio especializada nesse tipo de reforma?

    Grande abraço,
    Luiz Claudio.

    ResponderExcluir
  8. Alisson
    Estou em busca de contato contigo para falar das máscaras. Você ainda as tem?
    Cesar
    arrudacesarde@gmail.com

    ResponderExcluir
  9. Boa tarde Alisson, muito obrigado por toda compilação de material do seu blog. Está me ajudando demais na restauração de um CJ5 1962! Gostaria de saber se você possuí as máscaras das inscrições da tampa traseira pois ainda não as consegui! Obrigado, Alexandre alewreb@gmail.com

    ResponderExcluir

 
Site Meter